terça-feira, 25 de maio de 2010

O que é um Bushel?

Apesar dos grãos da região, como trigo, milho, soja e outros, serem colhidos, transportados e armazenados a granel, o preço de referência entre nós ainda é a saca de 60kg. Na verdade, não há mais colhedoras com ensacador, nem o armazenamento em sacarias.
Mas, como o preço internacional da soja é baseado na Bolsa de Chicago, os produtores ficam diariamente de olho na variação dos preços desse grão. Já Bolsa de Minneapolis (Minnesota) é forte para cereais, como trigo, aveia, cevada e milho. Mas, o preço nas Bolsa americanas é dado por bushel e não por saca, kg ou tonelada.
O bushel é na verdade uma medida de volume equivalente a um cesto utilizado pelos indígenas nas trocas de produtos, a semelhança da que estamos vendo na Figura abaixo, exposta na Bolsa de Cereais de Minneapolis, nos Estados Unidos.
Como o peso específico é diferente para cada tipo de grão, o peso de um bushel é variável. Por exemplo, um bushel de soja pesa 27,215 kg, de trigo 22,215kg, de aveia 14, 515kg, de cevada 21,772 kg, de centeio de 25,410 kg, de milho de 25,401 kg e de sorgo de 22,679 kg.
Por isso, temos que converter o preço em bushel de cada cultura em kg e então sabermos o preço de uma saca ou de uma tonelada do produto. Depois, ainda, converter o preço em dólar para reais.
É paradoxal, que os Estados Unidos, um país que se caracteriza pala inovação e modernidade tecnológica, ainda utilize uma unidade de medida de grãos tão primitiva.

2 comentários:

  1. Porque ainda utilizar essa cultura primitiva? Qual a vantagem ou desvantagem?

    Porque não utilizar preco/kg ?

    Assim torna a comercialização mais viagem e elegível tanto a quem vence, quanto a quem copra !

    ResponderExcluir
  2. Desculpe os erros ortográficos, escrevi as pressas antes de sair...

    Apesar, ainda é compreensível a leitura do meu comentário...

    [...]Assim, torna a comercialização de produtos mais viável, tanto a quem compra, quanto a quem vende![...]

    ResponderExcluir